Boas-vindas

Caro visitante,
A proposta do Blog da Governança é estimular o livre debate em torno de tópicos atuais relacionados com o tema Governança Corporativa.
Fiel ao compromisso com a transparência, o espaço pretende também funcionar como um fórum de estímulo ao ativismo societário (ou ativismo participativo), com foco na regulação para as empresas de capital aberto.

12 de fevereiro de 2015

É carnaval: muito ziriguidum e insiders.

Lá vem o Bloco dos Insiders com o enredo “Negociando na surdina: um Termo de Compromisso pra chamar de meu”!!!

Infelizmente o samba enredo copiado do Tio Sam ganha cada vez mais espaço por aqui. Isso porque todo tipo de crime no nosso tímido e combalido mercado é passível de arquivamento/esquecimento mediante o pagamento de vultosos valores para o "Grande cofre de Brasília". Palmas para o chefe dos xerifes, que em caso recente “considerou ser inoportuna e inconveniente a aceitação das propostas, à luz da gravidade das imputações atribuídas”, mas foi voto vencido... É isso aí Presidente, toda operação de insider trading é infração grave e não deve aceitar termo de compromisso - é o que está na Lei !!!

Tem processo que levanta a seguinte dúvida: a atuação conjunta de Administradores ocorre por mero acaso? Ou tá tudo combinado?

Infelizmente esses crimes que ficam sem julgamento só reforçam o sentimento de impunidade no nosso mercado. Nada que um Darf de 7 dígitos antes da vírgula para o Grande Cofre de Brasília não resolva (que tal R$ 1.833.304,00?).

Com a palavra o Ministério Público Federal, que aliás fica vendido nesse desfile, pois os processos que tratam desses CRIMES EDIONDOS contra o mercado de capitais são arquivados sem conhecimento dos ilustres procuradores.

Abraços a todos,

Renato Chaves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro visitante, apesar da ferramenta de postagem permitir o perfil "comentário anônimo", o ideal é que seja feita a identificação pelo menos com o 1º nome. A postagem não é automática, pois é feita uma avaliação para evitar spams. Agradeço desde já a sua compreensão.