Boas-vindas

Caro visitante,
A proposta do Blog da Governança é estimular o livre debate em torno de tópicos atuais relacionados com o tema Governança Corporativa.
Fiel ao compromisso com a transparência, o espaço pretende também funcionar como um fórum de estímulo ao ativismo societário (ou ativismo participativo), com foco na regulação para as empresas de capital aberto.

25 de junho de 2016

Insider trading ao som de Tim Maia: vale tudo.

Conselheiro sonso, que alega desatenção ao negociar em período vedado eu já havia visto, mas diretor presidente e CFO/DRI agindo em conjunto admito que é a 1ª vez.

A cronologia dos fatos, apresentada no âmbito do julgamento de proposta de termo de compromisso do processo nº RJ2015/3569, é reveladora: os acusados tiveram ciência de importante operação em 5/11/2012, as reuniões do Conselho de Administração da Companhia com a aprovação da Operação ocorreram em 14/11/2012, os “nobres” executivos compraram ações em 27/11 e 28/11/2012 e o imbecil do “mercado” só ficou sabendo do Fato Relevante em 29/11/2012.

É muita cara de pau. E a prova mais cabal de que os termos de compromisso desmoralizam o nosso mercado foi a proposta da dupla: R$ 20 mil em DOZE suaves prestações, sem correção !!! Parece promoção de armário Bartira nas Casas Bahia !!! O outro acusado, mais acanhado ainda, ofereceu R$ 10 mil.

Realmente a AMEC tem razão: insider trading é um câncer. O pior é que a CVM insiste em tratar o problema com aspirina. Não adianta majorar o chequinho para R$ 150 mil porque o estrago na credibilidade do mercado não tem preço.

E já que a CVM não faz a parte dela compete ao mercado pelo menos anotar os nomes e promover a inabilitação voluntária desses engraçadinhos.

Abraços a todos,

Renato Chaves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro visitante, apesar da ferramenta de postagem permitir o perfil "comentário anônimo", o ideal é que seja feita a identificação pelo menos com o 1º nome. A postagem não é automática, pois é feita uma avaliação para evitar spams. Agradeço desde já a sua compreensão.