Boas-vindas

Caro visitante,
A proposta do Blog da Governança é estimular o livre debate em torno de tópicos atuais relacionados com o tema Governança Corporativa.
Fiel ao compromisso com a transparência, o espaço pretende também funcionar como um fórum de estímulo ao ativismo societário (ou ativismo participativo), com foco na regulação para as empresas de capital aberto.

6 de julho de 2012

Ex-executivo do [...] é condenado por uso de informação privilegiada.

Calma gente, nada de euforia. A manchete do Valor do dia 15/6 trata de um alto executivo do banco norte-americano Goldman Sachs, em um lugar onde bandidos de colarinho branco sempre vão parar atrás das grades.... E olha que o figurão era ex-conselheiro da Procter & Gamble e da AMR Corp. (controladora da American Airlines), ou seja, o cara não era pouca coisa. A sentença só sai em outubro, mas certamente o impoluto meliante não irá prestar serviços comunitários na creche Patinho Feliz (ainda bem, seria um péssimo exemplo para os pequenos).
Mas eis que, poucos dias depois, nos deparamos com a seguinte manchete sobre semelhante caso tupiniquim: “Executivos pagam multa e processo penal é suspenso”. Valor total das multas: R$ 51 mil !!!! Parece piada, mas é isso mesmo, o preço de um Honda Fit com acessórios. E olha que são SEIS, MEIA DÚZIA de administradores acusados, fora dois outros que já estavam livres por conta da idade (uma dúvida de prova da EPM: a associação de mais de 3 pessoas para cometer crime não configura formação de quadrilha? Só não pode falar em organização criminosa – isso não existe no direito brasileiro, kkkkk).
Como vorazes gafanhotos, os insiders são uma verdadeira praga no mercado de capitais, aqui e lá fora. Pode ser uma questão cultural, afinal somos um povo pacífico, que não gosta de briga (exceto os membros de torcidas organizadas), mas a impressão que temos é que aqui tudo caminha para um acordo (caio na gargalhada quando ouço a expressão “acordo de lideranças” no nosso Congresso...). Não importa se o acusado tem ficha corrida na Interpol ou qualquer outro organismo internacional de combate ao crime. Por aqui essa turma “passeia” livremente como administradores de S.As, protegidos por adocicados termos de compromisso de R$ 300 mil (fiquei com uma pena da menina...).
Até quando? Esse era o título de um cartaz de protesto contra a ditadura militar que ficou na minha memória. Um dia as coisas mudaram e as pessoas deixaram de ser presas e torturadas por suas convicções. Mas sou otimista e insistente. Mais uma chance se foi, mas quem sabe um dia não veremos um insider virar colega de cela do Juquinha ou do “Dotô” Carlos Augusto, nem que seja por uns meses?
P.S.: E o novo presidente da CVM? Nada contra os advogados, mas se o nome que ouvi for confirmado o mercado só tem a ganhar.... Estou na torcida.
Abraços a todos e uma boa semana.
Renato Chaves

Um comentário:

  1. Leonardo Palhuca10/07/2012 09:09

    Prezado Renato,
    voltando de breves férias fora, é decepcionante ver a fata de regras do jogo aqui. Vai um link de uma visão externa, em comum com a sua: http://brazilianbubble.com/insider-trading-in-brazil-is-it-really-a-crime/

    ResponderExcluir

Caro visitante, apesar da ferramenta de postagem permitir o perfil "comentário anônimo", o ideal é que seja feita a identificação pelo menos com o 1º nome. A postagem não é automática, pois é feita uma avaliação para evitar spams. Agradeço desde já a sua compreensão.